sexta-feira, 20 de abril de 2018

A beleza e o social se juntam na eleição de Brasília!


Valéria  quer ajudar os menos favorecidos no Parlamento Distrital

Por Walter Brito

            A capital de todos os brasileiros é de fato uma das cidades em que a participação da mulher mais sofreu reveses na área política nos últimos anos. Foram denúncias em cima de denúncias e diversos percalços passados por parte significativa da mulher brasiliense engajada na política partidária.
            Entretanto, a luta segue e as mulheres querem avançar. Prova disto é uma pesquisa realizada pelo Instituto Parlamento recentemente nos quatro cantos do Distrito Federal, referente ao empoderamento da mulher brasiliense. A pesquisa indica que a maioria das mulheres de Brasília, de todos os segmentos sociais, quer a participação da mulher na política partidária, inclusive questiona os 30% de cotas para a mulher nos partidos. A maioria das mulheres quer se igualar ao homem e exige 50% de cotas nos partidos políticos.
            Não é à toa que a bem-sucedida empresária Valéria Linhares, nascida na capital brasileira, almeja uma vaga na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Apoiadora de primeira hora do projeto conduzido pelo ex-governador de Brasília e atual deputado federal, Rogério Rosso (PSD), que deverá disputar a reeleição ou uma vaga no Senado da República, Valéria concedeu entrevista exclusiva ao Diário da Manhã. Veja abaixo a íntegra da entrevista:
Valéria é pré-candidata a deputada distrital pelo PSD
A reportagem questionou Valéria e perguntou se mulher bonita pedindo votos na periferia do DF não deixa as pessoas simples incomodadas e desapontadas, especialmente com o número grande de denúncias dos engravatados envolvidos na Lava jato. A empresária não economizou palavras e respondeu de forma pensada e firme: “A beleza está no coração de cada ser humano. É claro que tanto a beleza física como a beleza espiritual incomodam sobremaneira muita gente, especialmente no mundo competitivo e no momento de mudanças como este pelo qual passamos! No meu caso, que nasci e fui criada na Ceilândia, no Distrito Federal, sempre me relacionei bem com todos os segmentos da sociedade, principalmente a classe social da qual sou originária, a menos favorecida. Vale ressaltar que nasci em uma família com poucos recursos financeiros e fomos criados com dificuldades, mas com muita dignidade e sempre ouvindo com muita atenção a palavra de Deus, passada por nossos patriarcas. Sou cristã com muito orgulho e frequento a igreja Comunidade das Nações do bispo JB Carvalho. Por outro lado, tive a oportunidade de estudar, me formei em Direito pela Unieuro, e trabalho há muitos anos na área administrativa, com foco na gestão de empresas, e a hotelaria é uma delas! Durante oito anos trabalhei com lavanderia industrial, o que foi uma experiência fantástica. E mais, apesar de hoje ser proprietária de uma empresa comercial na Asa Sul, no plano piloto, e residir no Lago Sul, ainda faço um trabalho social há dez anos no Sol Nascente, um dos lugares mais carentes da capital do nosso país. Comecei ajudando 70 famílias carentes, inclusive mães solteiras. O segredo é ensinar a pescar o peixe e não dar apenas uma ajuda financeira. É uma missão que tenho muito prazer em realizar. Acho que é uma forma de agradecer a Deus pelo que conquistei ao lado de minha família na vida. Sou casada e tenho dois filhos. Acho que a política é o melhor caminho para continuar ajudando as pessoas, por isso me filiei ao PSD e sou pré-candidata a deputada distrital”, declarou.
Perguntamos à pré-candidata sobre o seu parceiro na política, o ex-governador Rogério Rosso. Ela disse sem pestanejar: “O Rosso é um ficha limpa! Ele foi governador por um curto período e administrou muito bem a nossa capital. Rosso se elegeu deputado federal, quando mostrou competência, tornou-se, inclusive, destaque nacional, oportunidade em que concorreu de forma competitiva à presidência da Câmara Federal, o que orgulha a todos nós brasilienses. O Rosso faz parte do melhor grupo político do DF, que é o grupo da ética e do resgate do Distrito Federal. Este grupo é chamado por parte da mídia de terceira via, mas na verdade a meu ver é a primeira via. Veja alguns dos componentes: Cristovam Buarque (PPS) , Reguffe (sem partido), o próprio Rogério Rosso, o ex-administrador de Samambaia, Risomar Carvalho, o vice-governador Renato Santana; estes, de meu partido, o PSD. Além de Izalci Lucas (PSDB), Alírio Neto (PTB) e o meu irmão de fé, Wanderley Tavares, presidente do PRB do DF. Por isso, temos tudo para mudar Brasília. Quero participar desta mudança para melhor” arrematou Valéria Linhares.
Valéria Linhares é casada e tem dois filhos
A reportagem perguntou, ao final, se a pré-candidata tem algum projeto elaborado com objetivo de disputar a vaga que pleiteia no parlamento distrital. A empresária firmemente explicou: “A população de Brasília não precisa de esmolas, e sim de dignidade. O trabalho social que faço no Sol Nascente ,e em outras localidades, tem o objetivo de ajudar as pessoas a vencer na vida por meio de seus próprios méritos, se preparando profissionalmente. Desta forma, todos vão chegar com conhecimento ao mercado de trabalho. Caso eu seja aprovada na convenção do meu partido, eu sairei pelas ruas de Brasília pregando o discurso de preparar nossa população para o futuro, por meio da qualificação profissional e escolas de qualidade iguais para os filhos de pobres e filhos de ricos, como sempre disse o professor e ex-reitor da UnB, Cristovam Buarque”, finalizou.



Nenhum comentário:

Postar um comentário