quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Luiz Estevão poderá influenciar 2018 em Brasília



Por: Walter Brito
Oex-senador de Brasília Luís Estêvão está preso na Papuda desde o dia 7 de março de 2016, por suspeita de desvio de recursos das obras do

Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP). No dia 28 de maio de 2017 ele concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Roberto Cabrini do programa Conexão Repórter do SBT. Um dos momentos de maior repercussão da entrevista se deu quando Luís Estêvão afirmou que luta para preservar seu patrimônio, estimado por Cabrini em R$ 33 bilhões. Questionado sobre “Como Luís Estêvão vai passar para a história”, o ex-senador respondeu: “Se eu conseguir estabelecer a verdade, como um realizador”.

O ex-senador poderá sair da prisão no próximo ano e antes das eleições. Mesmo preso, Estêvão ainda tem um grande recall político em Brasília e região metropolitana do DF. Nesta região, 150 mil eleitores que votam no DF moram nos 22 municípios de Goiás que circundam a capital brasileira. O ex-senador é  proprietário de terras importantes na referida região e se relaciona bem com a maioria das lideranças. Conhecedores da política no DF acreditam que Luís Estêvão influenciará a eleição do próximo ano para o Palácio do Buriti, independentemente de sair ou não do cárcere.

Nenhum comentário:

Postar um comentário