segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Força jovem abraça candidatura de Pitiman


Pitiman e os jovens na rodoviária

Por: Walter Brito

A disputa política no DF pega fogo na reta final e deixa quatro candidatos embolados sem o povo saber ao certo, quais os dois que vão para o segundo turno. O PT de Agnelo, joga com a possibilidade da disputa eleitoral ser entre o partido do Lula e as viúvas de Arruda e Roriz; todos e todas, na panela de Frejat!

Luiz Pitiman (PSDB), acaba de fazer a maior carreata da campanha, passando no último sábado, por Taguatinga e Ceilândia. O tucano acha que já atingiu os dois dígitos na pesquisa e, sua meta agora é aproveitar a rejeição de 53% do governador Agnelo e partir para cima dele!

Na busca do segundo lugar, contra Rodrigo Rollemberg (PSB) ou Jofran Frejat (PR), Pitiman monta estrutura poderosa em todo o DF e integra à sua equipe, mil cabos eleitorais. O tucano entende ainda que, o novo avião que caiu, matou Arruda para a política e o Frejat ao final, não terá pontuação divulgada pelo Ibope, cerca de 21%. Segundo ele, dificilmente o Arruda e Roriz vão conseguir transferir seus votos na totalidade.

Vale lembrar, que os grupos de Arruda e Roriz, ainda não definiram estratégias efecientes para eleger Frejat e Gim para o Senado. Apesar do Gim ser considerado o melhor senador de Brasília em todos os tempos, a aparição de Arruda na TV, não tem colaborado de forma efetiva. Cientistas políticos de plantão, acreditam que a onda Frejat é passageira e os números divulgados pelo Ibope não são consistentes e poderão se perder na reta final, principalmente com a ausência de Roriz na campanha, pois, só dá Arruda na TV. Nas ruas, a presença de Arruda é questionada pelos petistas, que o ameaçaram de pancadaria durante caminhadas na Rodoviária, Feira dos Importados e numa cidade do Entorno; onde o ex-governador foi tentar trazer os 180 mil votos da Região Metropolitana para as campanhas de Jofran e Gim. 

Nos três desencontros, Arruda foi provocado pela militância do PT, que entoou o hino iciado com o refrão: "Olê, Olê, Olê, Olá",cuja letra fala de forma contundente sobre a prisão do ex-governador. Magoado, e com razão, Arruda apelou e entrou no jogo dos provocadores, o que prejudica sobremaneira Gim e Frejat, segundo conhecedores da política candanga. Estes, são categóricos em afirmar também, que é preciso dividir o espaço na TV com o Roriz, pois Jofran, foi o melhor secretário de saúde no DF, no periodo dos quatro mandatos de Joaquim Roriz. 

Análises a parte, encontramos Luiz Pitiman na Rodoviária do Plano Piloto,  “arrudiado” por jovens, quando disse: "Estou tendo a satisfação de receber o apoio, daqueles que comandarão Brasília no futuro. Na Câmara Federal, apresentei projeto que está em tramitação para atender de forma efetiva jovens de 16 a 24 anos, com vistas ao primeiro emprego. Fico muito orgulhoso ao saber, que uma parcela importante da população, em todas as cidades, abraçou a minha campanha. Trata-se de um trabalho espontâneo dos jovens na Internet e nas ruas pedindo mudanças. Com isso, eles estão mudando também os rumos das pesquisas ao nosso favor, pois, pesquisas internas indicam a nossa ascensão na reta final. Certamente, o crescimento de Aécio Neves em todo o país, inclusive no DF, ajudará ainda mais o nosso projeto rumo ao Palácio do Buriti. E mais, médico não serve para administrar a nossa cidade-estado. O fracasso da atual adminstração é um exemplo clássico! O médico tem que ficar nos hospitais atendendo o povo e, o Palácio do Buriti precisa de um gestor, que conheça economia e seja um tocador de obras. Temos serviços prestados como ordenador de despesas e sem nenhuma mácula. Sabemos o que fazer para trazer recursos para o DF e implementar projetos consistentes nas áreas do segurança pública, saúde, educação e pleno emprego. Faltando 13 dias para a eleição, não há nenhuma nuvem atrapalhando o processo político em Brasília. Por causa dos atropelos ocorridos na campanha, o povo deixou para definir no final, portanto, o Arruda caiu e o Pitiman está subindo, inclusive, com o apoio da juventude. Chegou a hora de colocar para funcionar o sonho de Juscelino Kubistchek. Segundo o nosso maior estadista brasileiro, a capital da República, tem que levar o desenvolvimento para todo o Cerrado e Centro-Oeste. No meu governo, vamos viajar pelo Brasil e o mundo, atraindo negócios e investimentos de grande porte para o DF. Vamos transformar Brasília na capital do pleno emprego e da prosperidade para todos", arrematou Pitiman.


Nenhum comentário:

Postar um comentário