segunda-feira, 14 de julho de 2014

Romário sempre questionou os equívocos da Copa

Por: Walter Brito


Deputado Romário

Quando Galvão Bueno ameaçou não participar da transmissão do jogo entre o Brasil e Holanda hoje, os 200 milhões de brasileiros tinham que desconfiar,pois, o Galvão sabe tudo de Copa e conhece bem a mão de ferro que a conduz. Obrigado pela direção da poderosa TV Globo, Galvão voltou atrás e transmitiu o fiasco de 3 a 0, à contragosto. Joseph Blatter, presidente da Fifa, sorridente na entrega de medalhas aos jogadores da Holanda, está com tudo e está prosa, pois vai levar para Zurich na Suíça, sede da instituição mundial do futebol, 15 bilhões limpinhos, sem qualquer fiscalização e, livre de qualquer acusação de rolo ou coisa parecida. O rei da pequena área, o deputado Romário, apontou diversas vezes os equívocos que estavam acontecendo na Copa, com o aval da CBF e da Fifa. Ao aparecer os rolos, encontraram imediatamente os bodes expiatórios: Lamine Fofana e Ray Whelan. Este, diretor executivo da Match Services, única empresa autorizada pela Fifa para venda de pacotes de ingressos e camarotes da Copa. Whelan que já foi preso em sua confortável suite no Copacabana Palace, agora está foragido da polícia. Ele sabe muito e deve estar sendo ameaçado. O diretor da Match deve estar muito bem escondido num morro qualquer do Rio de Janeiro, tentando fazer ao contrário, ou seja, contar tudo que sabe. Ele agora é o ameaçador! As denúncias de Romário sugerem que, muita coisa suja na Copa, foi combinado com o Sistema, que na esperança de ganhar votos no dia 5 de outubro, submeteu-se a qualquer negócio. Muitos desconfiam que junto com as denúncias do baixinho, pode estar a interferência na não convocação de jogadores experientes como: Ronaldinho Gaúcho, Cacá, Robinho e outros. Estes, foram preteridos e em seus lugares foram convocados jogadores indicados pelos poderosos do futebol. Muitos clubes europeus precisam que seus jogadores estejam na maior e mais importante vitrine do futebol, que sem dúvidas é a Copa das Copas no Brasil. O vergonhoso 7 a 1 em que perdemos para a Alemanha, indicou que o jogo de hoje, contra a Holanda seria um fracasso, e foi! Perdemos por 3 a 0, mas, teve torcedor mais pessimista, como o Rubão, advogado em Brasília e ex-secretário de Roriz, que cravou 14 a 1 num bolão. Ele não ganhou, entretanto, incentivou os amigos a apostar contra o Brasil, no bolão feito pelos endinheirados do Lago Norte, setor nobre de Brasília. Não devemos culpar o Felipão e os nossos jogadores, pois ficou claro que ocorreu manipulação acima de todos eles.O Sistema, certamente receberá o troco no dia 5 de outubro. Que estejamos certos. Avante Brasil! Em tempo, Galvão Bueno não falou tudo que sabe, em seu comentário às 21h e13 minutos de hoje. Ele tenta animar a galera: Vamos recuperar tudo em Pequim contra a Argentina. Tomara, pois precisamos recuperar nossa honra e dignidade, durante a comemoração dos 100 anos de Copa. O melhor do Brasil é de fato o brasileiro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário