sábado, 12 de julho de 2014

O lobo da sorte: símbolo verdadeiro de todas as Copas

Por: Walter Brito


Zagallo

Mario Jorge Lobo Zagallo que esteve internado recentemente em um hospital do Rio de Janeiro, recebeu alta para assistir a Copa do Mundo em casa. Do alto de seus 82 anos bem vividos, o número 13 inspirado no padroeiro dos necessitados ou santo casamenteiro para outros, continua guiando os caminhos do único pentacampeão do mundo. Vale lembrar que Zagallo foi o ponteiro esquerdo das seleções de 58 e 62 e, técnico da famosa Copa de 70. Ele participou ainda da Copa de 1994 como braço direito de Parreira. A imagem de Zagallo tanto com jogador, técnico, auxiliar técnico ou torcedor; sempre foi a mesma: O otimismo em primeiro lugar. À medida que os anos foram se passando, aumentava sua experiência sobre os acontecimentos nos gramados mundo afora, como também aumentava sua fé em Deus, por meio da simbologia no dia de Santo Antônio, o devoto de sua querida e saudosa esposa Alcina de Castro Zagallo, falecida em 2012 aos 80 anos; dos quais 58 anos ao lado do velho Lobo com quem teve quatro filhos.

Coincidência ou não, Zagallo e Alcina casaram-se num 13 de junho, dia do Santo casamenteiro. Alcina e Zagallo viveram juntos 58 anos. Se somarmos o 5 com o 8, teremos também o número 13.

Coincidências a parte, Zagallo carrega consigo o orgulho de ser o único pentacampeão do mundo e as lembranças de ter atuado ao lado de Zito, Garrincha, Pelé, Didi e Nilton Santos. Na Copa de 70 ele dirigiu como técnico da Seleção brasileira, além do atleta do século, o rei Pelé; ele dirigiu também Tostão, Carlos Alberto, Rivelino, Jairzinho, entre outros. Em 1994, como braço direito de Parreira, ele incentivava o time todo. A torcida brasileira, Zagallo incentivava por meio de seu otimismo na televisão. Vale lembrar, que em 94 as grandes estrelas eram Romário e Dunga.

Certa vez, Pelé disse o seguinte sobre Zagallo: “Considero o Zagallo como irmão. Nunca vou me esquecer de quando cheguei à Suécia para a disputa da Copa do Mundo de 1958. Eu tinha apenas 17 anos e o Zagallo junto com o Zito e o Gilmar, tomou conta de mim já que eu era o mais novinho daquela Seleção brasileira”, contou Pelé.

Além de Pelé, todo brasileiro sabe que o nosso maior torcedor e maior campeão é de fato Zagallo. Apesar do legado que ele deixou para o país como futebolista, torcedor fanático e sempre otimista com a Seleção brasileira, sem esquecer as suas superstições que de qualquer forma nos trouxeram sorte, Zagallo não recebeu nenhuma homenagem da FIFA e muito menos do Governo Dilma. É importante lembrar, da fortuna que o Brasil gastou para promover o evento da FIFA. Ela levará para Zurique R$ 15 bilhões de reais na sacola do senhor Blatter. Isso, limpinho e somente de lucro!

Para muitos brasileiros, parte desta fortuna teria que ser investida em hospitais em nosso país, onde faltam: médicos, remédios e seus equipamentos estão sucateados.

Talvez por isso, Zagallo tenha desabafado, ainda no seu leito em um hospital no Rio: “O Brasil perdeu o seu verde e amarelo e hoje está vermelho! O PT conseguiu de fato roubar até o verde e amarelo do Brasil e substituí-lo pelo vermelho.

Estou ansioso pelo jogo de estreia e, quero ver a reação dos torcedores perante o Governo. Vou vibrar se vaiarem o governo para o mundo todo ver. Parece que o time do Brasil não está se sentindo a vontade nessa Copa”, atacou Zagallo. Apesar da indignação do velho Lobo, esquecido pela imprensa e pelo o Governo, ele continua a torcer pelo nosso país.

Caladinho e sempre com o número 13 debaixo de seu travesseiro. Com a nossa possível vitória hoje no Estádio Mané Garrincha contra Camarões, o Brasil voltará para a Granja Comary com a autoestima elevada. Vamos nos preparar para os demais embates e quem sabe chegarmos ao dia 13 de julho, no Maracanã, como imbatíveis.

A ira do velho Lobo, com o governo do PT e a paixão dele pelo 13 não será mais uma profecia do único pentacampeão do mundo? Se o Brasil ganhar no Maracanã no dia 13, o que deverá falar Zagallo sobre a eleição de 2014 e o número de Dilma Rousseff, que será o 13 nas urnas?

Que o Brasil reveja sua história e homenageie ainda em vida, os seus ídolos, que ajudaram a construir nossa verdadeira história!

Nenhum comentário:

Postar um comentário